A CUT cumpriu seu papel. Como agente político importante, participou ativamente do processo eleitoral que define a vida dos trabalhadores e das trabalhadoras, defendeu o projeto de desenvolvimento com inclusão e justiça social que garante os direitos da classe trabalhadora e amplia conquistas, representado pela presidenta Dilma Rousseff.

O povo brasileiro escolheu Dilma Rousseff presidenta! Venceu Dilma, venceu o Brasil, venceram os brasileiros e as brasileiras. Venceu a democracia que, apesar da disputa tensa, acirrada e agressiva - com boatos, denúncias de fraude nas urnas e tentativa de golpe -, saiu fortalecida e não sofreu qualquer abalo em seus alicerces. A vitória de Dilma é a vitória dos progressistas, é um sonoro “não” ao retrocesso.

O diferencial desta campanha, que garantiu a permanência do projeto democrático e popular, foi o povo nas ruas, capitaneado pela CUT no Distrito Federal e nos 26 Estados do Brasil. Aécio tinha parte importante dos jornais do seu lado, Dilma tinha o povo com suas bandeiras e camisetas vermelhas defendendo a continuidade do processo de transformação social do País.

A vitória de Dilma é a vitória dos movimentos social e sindical, da militância e da juventude organizada e mobilizada que, apesar da campanha feita pela mídia para desestimular a participação deles na política, foi às ruas defender suas posições, dizer que tem lado. E o lado dessa juventude é o nosso lado, é o lado do povo, da classe trabalhadora, de toda a sociedade.

A eleição acabou, mas a luta da militância e da juventude continua. É verdade que Dilma venceu, mas o governo continua em disputa. A coalização que venceu as eleições, capitaneada por Dilma, tem também representantes de setores conservadores e teremos, em 2015, uma das bancadas mais resistentes a mudanças da história no Congresso Nacional. E como sempre ressaltamos a maior parte da pauta dos/as trabalhadores/as não está diretamente subordinada à presidência da República e, sim, ao Congresso.

O papel da CUT é construir um movimento organizado, de massa, que ocupe as ruas, mobilize sindicatos, movimentos sindical e social, que pressione o Congresso a fazer as mudanças que reivindicamos, a aprovar a pauta da classe trabalhadora. A presidente é progressista e quer mudanças. Em seu primeiro discurso falou que vai dialogar muito mais neste segundo mandato. Cabe a nós dar a sustentação, a base popular para que Dilma possa garantir os avanços que os/as trabalhadores/as reivindicam.

Para isso, é essencial avançar na democracia participativa e, neste sentido, ouvir os trabalhadores e a sociedade civil organizada tem de ser prioridade. Queremos participar mais ativamente da construção das políticas públicas. Queremos avanços nos mecanismos de controle social e formação de propostas e políticas. Queremos a reforma política. E a presidenta se comprometeu com esta reivindicação quando fomos a Brasília entregar o resultado do plebiscito popular que colheu mais de 8 milhões de assinaturas. Na ocasião, Dilma disse: “Meu compromisso é deflagrar essa reforma que é responsabilidade institucional do Congresso e que deve mobilizar a sociedade em um plebiscito por meio de uma consulta popular”. A presidenta disse que a consulta popular dará a força e a legitimidade exigida pelo processo de transformação para levará à frente a reforma política.

Nosso papel é dar condições para que a presidenta faça um governo progressista e de esquerda. Isso significa que a mesma dedicação que  tivemos no apoio irrestrito à campanha de reeleição de Dilma, teremos de ter na cobrança, na mobilização e na pressão para que a pauta dos trabalhadores e da sociedade e as mudanças no Estado avancem cada vez mais.

O Estado tem de cumprir o seu papel e garantir mais segurança, educação e saúde de qualidade, moradia, mobilidade urbana. Essas políticas públicas que continuamos necessitando e que devem ser muito mais consolidadas no segundo mandato de Dilma.

Fonte: CUT Nacional
 *QUARTA FEIRA* 29/10/2014

- 08:20 - AUDIÊNCIA - *AUDIÊNCIA INAUGURAL* -
0000719-66.2014.5.21.0006 - SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO
HOTELEIRO E SIMILARES NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ( Cliente ) -
PIRÂMIDE PALACE HOTEL LTDA ( Contrária ) - AÇÃO CIVIL COLETIVA - 6ª VARA DO
TRABALHO DE NATAL - 6ª VT NATAL

- 16:00 - AUDIÊNCIA - *AUDIÊNCIA*
000484.2013.21.000/4 - SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO HOTELEIRO E
SIMILARES NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ( Cliente ) - PIRANGI PRAIA
HOTEL RESORT LTDA ( Contrária ) - NOTIFICAÇÃO - PROCURADORIA REGIONAL DO
TRBALHO DE NATAL - MPT


*QUINTA FEIRA* 30/10/2014
- 08:25 - AUDIÊNCIA DE ENCERRAMENTO - FACULTADA A PRESENÇA - *AUDIÊNCIA DE ENCERRAMENTO* -
0000759-39.2014.5.21.0009 - SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO HOTELEIRO
E SIMILARES NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ( Cliente ) - STATUS MOTEIS
LTDA - ME ( Contrária ) - AÇÃO CIVIL COLETIVA - 9ª VARA DO TRABALHO DE
NATAL - 9ª VT NATAL

- 09:30 - AUDIÊNCIA - *AUDIÊNCIA INAUGURAL* -
 0000862-52.2014.5.21.0007 - SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO
HOTELEIRO E SIMILARES NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ( Cliente ) - LAGOA
TRAVEL SERVICOS E TURISMO LTDA ( Contrária ) - AÇÃO COLETIVA - 7ª VARA DO
TRABALHO DE NATAL - 7ª VT NATAL

- 09:40 - AUDIÊNCIA - *AUDIÊNCIA INAUGURAL* -
0000864-22.2014.5.21.0007 - SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO
HOTELEIRO E SIMILARES NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ( Cliente ) - SOLEIL
FLAT LTDA - EPP ( Contrária ) - AÇÃO COLETIVA - 7ª VARA DO TRABALHO DE
NATAL - 7ª VT NATAL
O presidente do Sindhoteleiros/RN, Sandoval Lopes, esteve nos dias 8 e 9 de outubro de 2014 em reunião da direção nacional da Contracs realizada na cidade de Fortaleza/CE. Entre os assuntos abordados estiveram a análise de conjuntura política e econômica apresentada pelo supervisor técnico do DIEESE/CE, Reginaldo de Aguiar Silva. Também foi a oportunidade para tratar os rumos da luta articulada em defesa e ampliação dos direitos e conquistas dos trabalhadores.

Enquanto o comércio celebra 12 de outubro e motiva aos cidadãos a comprarem presentes e brinquedos aos seus filhos, o movimento sindical adota a data para se lembrar da importância da creche.

12 de outubro é, para o movimento sindical, o Dia Nacional de luta por creche e tem como objetivo reforçar a importância da data para exigir dos poderes públicos a criação de novas vagas para atender às demandas dos trabalhadores e trabalhadoras.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT (Contracs/CUT) celebra a data há muitos anos e, em 2014, adotou como reivindicação a creche pública e de qualidade; creches que funcionem o ano todo; creches por 24 horas e a valorização dos profissionais da educação.

Creche pública e de qualidade
Para a Contracs, a criação de creches é um dever do Estado, que deve propiciar aos pais e mães trabalhadores condições de continuarem seu labor mesmo depois do nascimento de seus filhos. Para tanto e conforme estabelece o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), as creches devem atender crianças de 0 a 6 anos de forma gratuita e com a qualidade que as crianças merecem para se desenvolver. Além disso, é necessário que as creches tenham vagas suficientes ao número de crianças existente em cada município para que nenhum pai/mãe seja prejudicado. A creche pública e de qualidade é direito dos pais e das crianças e um dever do Estado!

Creches que funcionem o ano todo
Todos os trabalhadores e trabalhadoras brasileiras com certeira assinada têm direito a férias, no entanto, este período é de 30 dias por ano, por isso mesmo que pais e mães se dividam com as responsabilidades com a criança, ainda sim é importante que a creche funcione o ano todo. Somente assim é possível garantir que as crianças continuem assistidas durante todo o ano e que pais e mães possam trabalhar com tranquilidade.

Creches 24 horas
Os trabalhadores e, especialmente as trabalhadoras do ramo do comércio e serviços, sofrem com algumas características do setor, como as extensas jornadas de trabalho e o trabalho aos domingos e feriados. Embora a Contracs seja contra estas características e lute por melhores condições de trabalho, esta é uma realidade da qual não podemos fugir. Por isso, a Contracs reivindica creches que funcionem por 24 horas para que possa atender à demanda de milhares de homens e mulheres que trabalham no ramo e são responsáveis por crianças até 6 anos de idade.

As creches 24 horas poderão acolher pais e mães que trabalham em turnos variados não só no comércio como na área da saúde, educação, vigilância e muitas outras. Para a Contracs, esta é uma bandeira que deve ser reivindicada por diversos setores, pois é uma realidade que está presente na vida de milhões de trabalhadores/as no Brasil. A Contracs defende que nem todas as creches precisem ser 24 horas, no entanto, é preciso estabelecer novos modelos de educação infantil que atendam às necessidades dos trabalhadores/as do ramo e de outras categorias.

Valorização dos profissionais de educação
Um sistema educacional de qualidade passa necessariamente por profissionais do setor da educação bem remunerados e bem qualificados. Por isso, a valorização dos profissionais de educação também se torna, nesta data, uma bandeira de luta para a Contracs e o movimento sindical. Somente com profissionais qualificados, valorizados e bem remunerados teremos uma educação realmente priorizada.

Fonte: Contracs
SEGUNDA-FEIRA - 06/10/2014 09:50
AUDIÊNCIA - *AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO E JULGAMENTO* -
0000836-63.2014.5.21.0004 - SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO
HOTELEIRO E SIMILARES NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ( Cliente ) - NATAL
MAR HOTEL LTDA ( Contrária ) - AÇÃO CIVIL COLETIVA - 4ª VARA DO TRABALHO DE
NATAL - 4ª VT NATAL


TERÇA FEIRA - 07/10/2014 09:50
AUDIÊNCIA - *AUDIÊNCIA INAUGURAL
0000736-02.2014.5.21.0007 - SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO
HOTELEIRO E SIMILARES NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ( Cliente ) - SAL
EMPREENDIMENTOS LTDA - (HOTEL ESMERALDA) ( Contrária ) - AÇÃO COLETIVA - 7ª
VARA DO TRABALHO DE NATAL - 7ª VT NATAL

 07/10/2014 11:15
AUDIÊNCIA - *AUDIÊNCIA DE INSTRUÇÃO E JULGAMENTO* -
0000840-86.2014.5.21.0041 - SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO
HOTELEIRO E SIMILARES NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ( Cliente ) - Lopes
Administração Hoteleira Participações Ltda Hotel Olimpo ( Contrária ) -
AÇÃO CIVIL COLETIVA - 11 VARA DO TRABALHO DE NATAL - 11° VARA DO TRABALHO
DE NATAL


QUARTA FEIRA - 08/10/2014 08:40
AUDIÊNCIA - *AUDIÊNCIA INAUGURAL
0000637-29.2014.5.21.0008 - SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO
HOTELEIRO E SIMILARES NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ( Cliente ) - SAL
EMPREENDIMENTOS LTDA - (HOTEL ESMERALDA) ( Contrária ) - AÇÃO DE
CUMPRIMENTO - 8ª VARA DO TRABALHO DE NATAL - 8ª VT NATAL

08/10/2014 08:50
AUDIÊNCIA - *AUDIÊNCIA INAUGURAL* -
0000757-75.2014.5.21.0007 - SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO
HOTELEIRO E SIMILARES NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE ( Cliente ) - A L
MOTEIS LTDA - ME ( Contrária ) - AÇÃO CIVIL COLETIVA - 7ª VARA DO TRABALHO
DE NATAL - 7ª VT NATAL
COMUNICADO PARA RECEBIMENTO DE CRÉDITO O SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO HOTELEIRO E SIMILARES DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, por intermédio do seu presidente Sandoval Lopes, no uso de suas atribuições estatutárias e consoante disposições legais, COMUNICA aos funcionários da empresa SAFE LOCACAO DE MAO DE OBRA E SERVICOS LTDA abaixo listados que os todos os valores relativo à rescisão (saldo de salário; décimo terceiro; férias; FGTS; multa de 40% do FGTS e Multa do Art. 477), já se encontram disponíveis para saque. Contudo, os recebimentos dos créditos somente ocorrerão após o retorno das atividades bancárias, devido a GREVE deflagrada por aquela categoria. Os valores serão sacados SOMENTE na agência do BANCO DO BRASIL localizada no Tribunal Regional do Trabalho - 21ª Região, situada à Av. Capitão-Mor Gouveia, 3104 - Lagoa Nova - CEP: 59063-900 - Natal/RN.

Todos os trabalhadores abaixo listados devem comparecer com documento de identificação com foto. Segue lista de trabalhadores: ADAILTON PROCOPIO DA SILVA LIMA ADELMA ALVES DE ARAUJO BARBOSA ADRIANO LINS DE OLIVEIRA AILDA PEDRO DA SILVA ALEXSANDRO CAVALCANTE GOMES ALICE MARIA TEIXEIRA GURGEL ALLESON JORRANES DA S. FERREIRA ANA CRISTINA DA SILVA ALVES ANA KARLA PINHEIRO DA SILVA ANA MARIA SILVESTRE DA SILVA ANA PATRICIA ALVES DA CUNHA ANILMA DO NASCIMENTO SILVA BRENO CESAR SILVA DE SALES CARLOS ALBERTO DE GOIS CARLOS ALEXANDRE DE LIMA CAROLINA PEREIRA DE OLIVEIRA CEICERO FABIO D. DO NASCIMENTO CELIA MODESTO DA SILVA CIBELE CRISTINA DE SOUZA CLEONICE MARIA DO NASC. OLIVEIRA COSME ALMEIDA DA SILVA DIEGO FLAVIO DUARTE DOUGLAS DOS SANTOS EDILSON GOMES DA SILVA EDILSON MARTINS DE A. SOBRINHO EDNALDO PAULINO GOMES EDVANEIDE TAVARES DA SILVA OLIVEIRA ELIZANDRA MARY DA SILVA EMERSON GOMES DE ARAUJO ERINALDA MARIA DA PAZ ERYCA CARDOSO DOS SANTOS ETIENE NASCIMENTO DA SILVA EUZAMAR DIAS DA SILVA FERNANDO HENRIQUE DA SILVA FRANCINALDO LIMA DA SILVA FRANCISCA ERIVANETE GOMES FRANCISCA SELMA DA SILVA FRANCISCO DAS CHAGAS DA SILVA FRANCISCO DAS CHAGAS DOS SANTOS FRANCISCO DAS CHAGAS PAULINO FRANCISCO FLAVIO AMANCIO DE MELO FRANCISCO MARROCOS NETO FRANKLIN JORDAO DE OLIVEIRA GERALDO FREIRE DA SILVA GERCINA CANDIDA DO REGO CRUZ GLEIDVAN SIQUEIRA R. DE CRAVALHO HAROLDO BEZERRA DA COSTA HELMO CICERO NORONHA DE MELO HEMERSON NUNES TEIXEIRA IVANIA DE OLIVEIRA SILVA IVANILDO MELO DA SILVA JUNIOR JACIRA COSTA DA SILVA JACIRA LOPO DE OLIVEIRA JACKSON OLIVEIRA DE SOUZA JANIELE SOUSA GOMES JEANE FERREIRA NOGUEIRA JEANILSON DANTAS JOAO CARNEIRO DA SILVA JOAO LUIZ ROCHA DE SOUZA JOAO MARIA SILVA DO NASCIMENTO JOAO PAULO SILVA DE LIMA JOSE ALVES JUNIOR JOSE LUCIANO DE ARAUJO JOSEFA IVANESSA DA S. CAMPELO LIMA JOSELITA PEREIRA DE SOUSA JOSIANE DA SILVA FREITAS JOZIMARIO DA SILVA SANTOS JUAREZ LUIZ DOS SANTOS JUCILEIDE DE FRANCA SALES JULIANA GOMES DA ROCHA JULIO CESAR SALVADOR JURANDI OTAVIANO DA SILVA KATIANE GERMANO SILVA KLEBER JOSE BARBOSA BANDEIRA LALESCA KAROLINE G. ALVES DA COSTA LIDIANE FERNANDES DE SOUZA LUCIDSON DE SOUZA MARTINS LUIZ ANTONIO DA SILVA LUIZ ANTONIO DE SOUTO MANOEL PEDRO DE CARVALHO MARCIA FERREIRA DE OLIVEIRA MARCILIA CASSIA DE SOUZA MARCOS ANTONIO NARCISO MARIA APARECIDA J. DOS SANTOS MARIA BERNADETE MARTINS DA SILVA MARIA DA CONCEICAO DE F.CELESTINO MARIA DA CONCEICAO PEREIRA DA SILVA MARIA DA CONCEICAO V. DE MELO SILVA MARIA DA GUIA DANTAS MARIA DA GUIA FERREIRA MARIA DAS GRACAS DA SILVA BARBOSA MARIA DE FATIMA MIGUEL PEREIRA MARIA DE L. M. DE SOUZA CABRAL MARIA DE LOURDES VIEIRA MARIA DO PERPETUO S. PINHEIRO MARIA DO SOCORRO B. DE OLIVEIRA MARIA GORETE DE LIMA MARIA ISABEL ELIAS DA SILVA MARIA ITAMIRA DE OLIVEIRA MARIA JOSE NOBREGA MOURA MARIA LETICE LEONARDO DE ARAUJO MARIA VERONICA DA SILVA MARIELA CABRAL BARRETO NILZA BEZERRA DE PAIVA NUBIA SOUZA DO NASCIMENTO OLIVEIRO EVARISTO DO NASCIMENTO PAOLO BRUNO DA SILVA PAULINO PAULO BEZERRA DANTAS PAULO HENRIQUE DE  SOUZA ROCHA PAULO HENRIQUE SOARES DE PONTE RAIMUNDO ALVES DE LIMA RAMILDO NOGUEIRA DA SILVA RAYZA MARIA DE OLIVEIRA SOARES RENATO DUARTE DA SILVA RONALDO SOARES DA SILVA ROSA AMELIA A. DE LACERDA BATISTA ROSANI MEDEIROS DE CARVALHO ROSANUBIA NOGUEIRA DE LIMA ROSINAIDE MEDEIROS DA SILVA SEBASTIANA ANDRADE DE SOUZA SERGIO RANGEL DA SILVA SEVERINO DO RAMOS IRINEU MATIAS SOLANGE MARIA DE O. PINHEIRO COSTA SOLANGE SILVA DO NASCIMENTO SORAYA SANTOS TATIANNE CAVALCANTE VENCESLAU TELMA SOUSA DE LIMA DO NASCIMENTO TERCIVALDO ALVES FRANCA TEREZA CRISTINA DA SILVA TEREZINHA SILVA DE SALES VALDECIO BERNARDO DA SILVA VANUZA MARTINS DA SILVA VITORIA RONICLEIDE DOS SANTOS SILVA.

Qualquer dúvida, entre em contato com o SINDHOTELEIROS, no endereço à Rua Expedicionário Rodoval Cabral, 09, Bairro de Cidade Alta, CEP 59.025-040.

Natal/RN. Natal/RN, 02 de Outubro de 2014.

Sandoval Lopes Presidente do Sindhoteleiros/RN